Principais riscos envolvendo a condução dos caminhoneiros

Levantamento realizado pela Denox, apontou os principais riscos envolvendo a forma de condução dos caminhoneiros.

 Veja: A fadiga representa 60% das situações de perigo. Em seguida, com 40%, estão as distrações provocadas, por exemplo, pelo uso do celular.

 Outro dado revelado pelo estudo é que cerca de 80% dos motoristas analisados alegam ter sonolência apenas no final da jornada, devido a repetitividade da função e das longas jornadas. Porém,  40% afirmam sentir sono, independentemente do tempo de trabalho, em função de distúrbios do sono ou problemas psicológicos.

 O estudo também destaca que 30% dos motoristas monitorados possuem complicações de saúde que contribuem para a fadiga, incluindo problemas de sono, pressão alta, diabetes, obesidade e problemas psicológicos – como depressão e ansiedade.

 O levantamento ainda identificou os intervalos de horários das 5h às 7h e das 11h às 14h como os mais propensos a causar fadiga nos condutores de caminhão.

 Fale conosco: https://linklist.bio/ATENDIMENTOABTRAN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *