Conheça as principais causas dos acidentes rodoviários e como evitá-los.

De acordo com um estudo realizado em 2020 pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação, a principal causa de acidentes de trânsito no Brasil está ligada à negligência dos motoristas: 53,7%.

Deste percentual, 30,3% ocorrem por infrações das leis de trânsito. Em 2021, por exemplo, tivemos uma alta de 127% nos índices de embriaguez no volante, se comparado com o ano anterior.

As penalidades para este tipo de infração vão desde uma multa de quase R$ 3 mil, até perda da CNH e prisão. 

Ainda, daqueles 53,7% mencionados anteriormente, 23,4% são decorrentes da falta de atenção por parte dos motoristas.

Na plataforma Renaest, do Governo Federal, podemos ter uma visão mais detalhada dos acidentes de trânsito no País.

Às sextas-feiras e aos sábados temos recordes de intercorrências, seguidos por segundas e quintas-feiras. A colisão lateral, o choque e a colisão frontal estão entre as causas de acidentes de trânsito mais comuns.

Na lista também podemos encontrar capotamento, atropelamento com pedestres, tombamento, atropelamento com animais e engavetamento.

Além disso, as motocicletas e os automóveis são os veículos que mais se envolvem nestes tipos de situações.

A Confederação Nacional do Transporte elabora, anualmente, um painel reunindo os principais dados dos acidentes rodoviários no Brasil. 

Segundo a CNT, só em 2020 foram mais de 63,4 mil intercorrências registradas em rodovias federais, sendo mais de 51,8 mil com feridos ou mortos. Isso resulta, em média, 81 acidentes com vítimas a cada 100km da rodovia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *